Notícias - 04/08/2017 15:56 - 95 visualizações

Relembre alguns cantores de forró que não estão mais em nosso meio

Não é só de sucessos que vive o mundo forrozeiro. Ao longo dos mais de 26 anos que o forró foi reformulado e reinventado com o surgimento de várias bandas após a explosão do Mastruz com Leite, vários cantores foram revelados ao cenário musical, Virando verdadeiras estrelas.

Para tristeza de nós forrozeiros, infelizmente alguns deles já partiram para o andar de cima e não estão mais em nosso convívio.

José Inácio; vocalista da banda Cavaleiros do forró, morreu em um acidente com o ônibus da banda quando a mesma estava ainda no início, a música “Alô” em sua voz era uma das mais tocadas na época e é lembrada até hoje.

Val Santos; Surgiu no cenário forrozeiro através do Forró Saborear onde dividia o palco com o cantor Cesinha, morreu a quatro anos após sofrer um infarto e passar vários dias internada no hospital.

Carioca; conhecido pelo público forrozeiro quando integrou a banda Som do Norte emplacando vários sucessos entre eles “Pescador”, presente no 1º CD da banda e ainda no 1º CD ao vivo lançado em 1998.

Gorete; interpretou muitos sucessos que foram regravados posteriormente pelas bandas da Somzoom, sua banda de maior expressão foi o Forró Viva a Noite.

Suzane Alves, também gravou muitos sucessos na década de 90, passando por diversas bandas até seguir carreira solo. Um câncer foi o responsável por sua morte.

Hélio Barbosa; ganhou projeção no f=Forró Cavalo de Pau gravando entre outros o 1º CD ao vivo, logo após, juntamento com Anderson Junior e Diassis Alegria, formaram o Forró Cavalo Fantástico. Com o fim do projeto, Hélio passou pelas bandas Brasas do Forró, além de encabeçar uma carreira Gospel. 

Diego Espíndola; Sobrinho da cantora Ângela Espíndola, morreu jovem em um acidente automobilístico. Chegou a dividir o palco com a tia famosa através da banda “Meu Xodó” de Ouricuri (PE)

Marcone Mello; integrou a banda Circuito Musical em sua 1ª formação e gravou vários duetos com Tetê Pessoa além de sucessos solos na banda. Uma das canções de destaque na voz do cantor é “Você Também tem coração”, no CD vol 3.

Ednir Maia; Criador da banda Styllus, o cantor compôs a formação inicial da banda, vindo já de uma carreira solo, os maiores sucessos da banda Styllus são de sua autoria.

Por último, a cantora Elisa Clívia, que morreu vítima de um acidente automobilístico no dia 16 de junho desse ano quando se dirigia a uma rádio em Aracajú para divulgar um show que faria na cidade. Elisa ganhou o Brasil através da banda Cavaleiros do Forró, sendo interprete de inúmeros sucessos. Teve passagem pela banda Cavalo de Aço de onde saiu para seguir carreira solo, vindo a falecer 4 meses após dar início a essa nova fase.

Matéria baseada através de vídeos postados por Wilton Neves no youtube.

Por Eri Medeiros